Eucalipto: conheça mais sobre a madeira e os seus mitos


Eucalipto: conheça mais sobre a madeira e os seus mitos

Apesar de vermos o eucalipto em diversas partes do Brasil, como nos estados da Bahia, de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o eucalipto foi introduzido no Brasil no ano de 1904, para suprir a necessidade de lenha, dormentes e postes. No ano de 1950 ele foi melhor estudado e suas aplicações começaram ir mais além do que simplesmente oferecer madeira.

O eucalipto ocorre também em outros países, como África do Sul, Chile, Malauí, Nova Zelândia, Congo, Nigéria e foi em meados do século XIX que ele começou a ser plantado visando a comercialização da sua madeira. Apresenta-se como uma das árvores mais altas do mundo, podendo atingir a altura de 70 metros e ter uma vida de 100 anos.

A madeira de eucalipto

Existem diversas espécies que podem ser exploradas para a extração da madeira com o intuito de se fabricar portas, janelas, utensílios, móveis, pisos e outros produtos diversos. Entre as espécies de madeira utilizadas para esse fim encontramos o eucalipto, muito explorado para construção civil e também em outros setores, ele se mostra uma alternativa ecologicamente correta e sustentável para a extração de madeira.

A madeira extraída do eucalipto é caracterizada pela sua durabilidade e também sua alta densidade, o que a torna resistente a impactos. Também possui excelente propriedade mecânica e como possui uma tonalidade clara é perfeitamente conciliável com qualquer decoração que se deseja fazer.

Mitos sobre o eucalipto

Durante muito tempo e ainda hoje, algumas pessoas acreditaram que por ser uma espécie exótica e por suas características de adaptabilidade ao meio, o eucalipto seja uma espécie danosa para o ambiente, e assim, mitos surgiram em torno dessa espécie, mas não possuem um fundamento. Entre os mitos sobre o eucalipto temos:

“O eucalipto contribui para o aquecimento global”

Na verdade o eucalipto ajuda a combater o aquecimento global, por isso é uma espécie que pode ser cultivada sem risco para nossa atmosfera. Ele ainda ajuda e muito na absorção das substâncias nocivas presentes no ar. Devido ao seu crescimento acelerado, ele necessita de uma grande quantidade de dióxido de carbono, e quando respira este gás, ele devolve para a natureza o oxigênio. Assim ajuda a purificar a atmosfera.

“O eucalipto acaba com as reservas de água”

Não, o eucalipto não acaba com as reservas de água, o que acontece é que ele é capaz de se adaptar ao ambiente. Se encontrar grandes reservas de água no solo, vai absorver a água e vai crescer mais. Se houver escassez, ele crescerá menos, e ainda é capaz, também, de fazer reservas para as épocas de estiagem. Por esse motivo o eucalipto é utilizado para acabar com a umidade de alguns locais, porque os encharcos não matam suas raízes e ele vai tornar o solo mais aproveitável para outras espécies ou mesmo para construções.

Por possuir características singulares e ainda crescer com tamanha rapidez se adaptando a diversos tipos de solo, é que o eucalipto é uma opção de madeira para pisos ecológicos, afinal sua madeira provém de áreas de reflorestamento e assim, não é necessário extrair nada da natureza.